Na disputa entre a terra o mar, os holandeses saem na frente. Conheça a maior ilha artificial do mundo, a Flevopolder, fruto da tecnologia deste povo.

Quando o assunto é a Holanda, algumas cenas vem a cabeça. Terra das tulipas, a geografia dos chamados Países Baixos não podia ser mais complexa. Como o próprio nome diz, a maior parte da região fica abaixo do nível do mar. Para isso, a construção de diques para conter o volume das águas do mar do Norte se fixaram na sociedade, ainda na época dos frísios. No entanto, se uma represa poderia reter o volume de água, os diques tinham uma singularidade. Trata-se de uma forma de fazer com que áreas alagadas emergissem. Assim, trazendo mais terras cultiváveis para a população. Assim, os pôlderes – que vem do holandês polder – foram se espalhando pelo país. E, um dos principais do país, originou a maior ilha artificial do mundo, a Flevopolder.

A Ilha de Flevopolder, por assim dizer é uma região de terra cercada por diques. Afinal, a média de altura é de cerca de cinco metros abaixo do nível do mar. Faz parte da região de Flevoland, uma das províncias do reino europeu. Tecnicamente, o termo ilha é titulado para massas de terra cercada por água de todos os lados, não importando se um rio, um mar ou um oceano. Assim, como o Flevopolder é cercado de um lado pelo mar do Norte e de outro por lagos contíguos, é possível colocar a localidade como uma ilha. Com 970 quilômetros quadrados e cerca de 317 mil habitantes, fazem jus ao seu título. Seu nome vem do antigo lago Flevo, já conhecido durante o tempo do Império Romano.

Sua construção começou por volta dos anos de 1950, quando sua parte mais oriental foi primeiramente emergida. Depois, em 1959, a segunda parte, mais ao sul foi terminada. Em ambos, foi necessário a criação de um complexo grupo de diques para cerca a área que seria utilizada. Depois, bombas a diesel e elétricas foram usadas na retirada da água. Na verdade, toda a província da Frevoland é jovem, uma vez que ela foi tirada de dentro do mar. A principal porção de terra é exatamente Flevopolder, enquanto a segunda é Noordoostpolder. Dentre as paisagens desta região, se encontram imensos campos aráveis, visto o solo fértil para a agricultura. Assim como as já comuns torres de energia eólica. Um ótimo passeio para conhecer a história deste povo, que desde sempre briga com o mar.

Fonte: Wikipédia

#Viagem #Curiosidades

1 comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.