Localizado no Piauí, o Parque Nacional da Serra da Capivara é o encontro com a história. Uma viagem no tempo por meio de pinturas rupestres.

Em tempos de desvalorização do real, é comum que o ritmo de viagens internacionais venha a diminuir. Afinal, a moeda brasileira vai perdendo poder de compra, e viajar para o exterior fica mais caro. Por isso, a tendência é de que as viagens domésticas passem a ser uma das opções daqueles que desejam férias e um descanso merecido. E, quando o assunto é unir história e natureza, o Brasil tem seus méritos. Um dos mais importantes sítios arqueológicos do país é o Parque Nacional da Serra da Capivara. Localizado no Estado do Piauí, entre os municípios de João Costa, Coronel José Dias, São Raimundo Nonato e Brejo do Piauí, a área detém registros de atividades humanas pré-colombianas. Remontando a cerca de 12 mil anos atrás. Uma verdadeira viagem no tempo, que chega em períodos da antiga Era do Gelo. Quando o homem começava a produzir ferramentas de pedra lascada.

parque-nacional-capivara

Na verdade, vestígios encontrados na Parque Nacional indicam que a localidade foi habitada de maneira ininterrupta por até 40 mil anos atrás. Porém, as principais pinturas rupestres encontradas no complexo de cavernas ficam por volta dos 12 mil anos. Nesta época, a fauna era completamente diferente do que hoje se encontra no Piauí e no Nordeste Brasileiro. A megafauna da América do Sul era companheira destes primeiros homens. Então, era possível encontrar tatus gigantes, tigres dente de sabre e as preguiças gigantes. Até mesmo o ambiente era diferente. Uma floresta tropical cobria a região, e seus vestígios podem ser encontrados através de fósseis e nas montanhas escarpadas.

No entanto, o clima da Terra começou a mudar, e a floresta foi dando lugar a uma região árida. Os animais gigantes foram desaparecendo, e os seres humanos tiveram de se adaptar. Essa modificação não foi da noite para o dia, e demorou milhares de anos para acontecer. Hoje, a região é dotada de animais endêmicos, embora de menor porte. São macacos, serpentes e lagartos que dividem o território com tatus, tamanduás e a onça, o principal predador da região. Ao todo, o Parque Nacional da Serra  da Capivara conta com cerca de 400 sítios arqueológicos, sendo que as trilhas para estes sítios são as mesmas que os antigos seres humanos utilizavam. Dentro destes complexo, é possível encontrar os maiores tesouros arqueológicos do país, pinturas rupestres.

parque-nacional-capivara

A depender da caverna e do período histórico, as pinturas representam basicamente qualquer coisa. Animais e suas crias, cenas humanas e de seu convício, assassino de adversários. Até mesmo situações de rituais para a natureza foram descritas e podem ser encontradas nas paredes das cavernas da região. Restos humanos também foram encontrados, datando cerca de nove mil anos atrás. Dada então esta importância histórica para o país, para a América e para a Humanidade, o Parque Nacional da Serra da Capivara se transformou em área de conservação em 1979. Em 1991, a UNESCO declarou patrimônio da Humanidade. Desde 2018, não é possível cobrar ingressos de visitantes, entretanto, é necessário que qualquer passeio pela região seja guiado por profissionais certificados. Mesmo assim, não deixa de ser um excelente roteiro para quem gosta de unir natureza e história. Conhecimento e vida selvagem praticamente em um único lugar.

Fonte: Wiki Parques, Ensinar História.

#Curiosidades #Viagem #Turismo

2 comentários »

  1. Já tive a oportunidade de ir até lá. Da pra tirar fotos incríveis, e é um passeio agradável. O museu do homem americano, já que pelo visto você gosta de história também devia ser mencionado. É quase obrigatório pra todo mundo que passa por lá.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.