A irresponsabilidade de um Chefe de Estado

No meio da pandemia de Coronavírus, Jair Bolsonaro parece viver em outra realidade. Uma realidade irresponsável para um Chefe de Estado.

Para quem acompanha o Guariento Portal, sabe que normalmente falamos de curiosidades em geral. Vez ou outra, é possível encontrar análises de séries, filmes e jogos, dicas de software e algumas verdades sobre o reino animal. Contudo, visto o desencadear de certas situações, não é possível ficar quieto acerca de acontecimentos que diretamente impactam não só a vida de uma pessoa. Mas também da sociedade. Todos já devem ter conhecimento da pandemia que cerca o mundo através da cepa do Coronavírus. Originário de Wuhan, na China, o patógeno já se espalhou para o mundo. A Europa por exemplo, vive o contraditório de fechar suas fronteiras em uma região de União Européia. Governos vem fazendo indicações técnicas para que a população não se aglomere. No Brasil, a exemplo do Presidente da República, Jair Bolsonaro, vivemos em uma outra realidade. De irresponsabilidade.

Vejam só; os órgãos técnicos do Ministério da Saúde dizem o seguinte. Aconselhamos que a população não se envolva em aglomerações. Como o vírus é transmitido através de espirros e gotículas pelo ar, tal orientação faz sentido. Contudo, parece que parte da sociedade ainda não entende. Ou pelo menos finge não entender. Praias cariocas estavam lotadas, e as manifestações a favor do Presidente da República também. Espanta acreditar que, no meio de uma reação pandêmica com respostas mundiais de quarentena, parte dos brasileiros simplesmente deram as costas para o que diz o Ministério da Saúde. No entanto, isso se torna ainda pior quando o próprio Presidente da República, que deveria coordenar através de um Gabinete a situação que está por vir, simplesmente vai agraciar as manifestações em Brasília.

bolsonaro-coronavirus-irresponsavel

O cúmulo da contradição está presente. Dias antes, o Presidente, num ato que pelo visto não foi de sua cabeça. Mas de seus assessores foi até a TV pedir para que a população não se aglomere. No Domingo do dia 15 de Março, data da manifestação, ele faz completamente o oposto. Membros da comitiva, que já somam onze, do Presidente que foram aos Estados Unidos foram diagnosticados com Coronavírus. Mas isso parece não incomodar o mandatário da República. Em entrevista a CNN Brasil, nova emissora de jornalismo no país, Jair Bolsonaro chamou de histeria a questão da pandemia contra o Coronavírus. Seus argumentos são o oposto do seu Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Que ontem, no mesmo canal, defendeu o Sistema Único de Saúde e que a população siga a risca as orientações do Ministério da Saúde.

Exemplos de como a pandemia foi controlada não faltam. Assim como exemplos de como nações demoraram em agir e transformaram-se em situações caóticas. A China e a Coréia do Sul são apontadas como exemplos. As duras medidas de restrição no comércio e na livre movimentação de pessoas impostas por Seul e Pequim são visíveis. A diminuição drástica da curva de infectados. Tais providência não indicam que a comunidade não vá pegar a doença. Porém, ela diminui o afogamento do sistemas nacionais de saúde. Do outro lado, mesmo com as medidas de Roma e Madrid, Itália e Espanha parecem se encontrar em um pesadelo. Não promoveram as medidas a tempo, e agora buscam compensar o tempo com medidas ainda mais restritivas.

bolsonaro-coronavirus-irresponsavel

No Brasil, o quinto país do mundo em termos de habitantes, não existe sistema de saúde que suporte uma alta demanda. E Bolsonaro, assim como seus manifestantes não se importam com isso. Uma clara demonstração de que o Presidente joga contra a saúde pública, doa a quem doer. É mais do que qualquer obra do surrealismo imaginar que no meio de Chefes de Estado que buscam um alinhamento para conter esta pandemia. O Presidente da República do Brasil se mostre inerte. Ou melhor, contrário a medida de seu corpo técnico. Uma afronta completa a Saúde pública. De fato, o Brasil carece de uma figura de um Chefe de Estado e de Governo eficiente.

Estamos em um momento em que a figura máxima brinca com o perigo, não aceita as recomendações técnicas e mais, pode ser contestado através de ameaça a saúde pública. Crime segundo as normas do direito brasileiro. Então, como pedir a população para que fique em casa, e que vem desobedecendo ordens e recomendações se nem mesmo o Presidente da República o respeita? Não se trata de uma histeria coletiva, basta ver os números mundo afora. A pandemia de Coronavírus impactará na economia, na vida e na sociedade mundial. Mas Bolsonaro ainda vive em seu mundo de fantasia, onde tudo está contra ele. Resta então a pergunta; a irresponsabilidade de Jair Bolsonaro e seus seguidores custarão, mais cedo ou mais tarde quanto ao Sistema Único de Saúde do Brasil?

Observação: Como o Guariento Portal é composto de duas pessoas, é importante destacar que este Artigo não expressa a opinião da equipe. Trata-se de uma argumentação pessoal de seu escritor.

5 comentários em “A irresponsabilidade de um Chefe de Estado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.