A Suíça usa o Alemão, o Francês, o Italiano e o Romanche como línguas oficiais, sendo uma país multilinguístico. Cada um destes idiomas tem sua própria região, mas é comum que serviços federais possam ser obtidos em qualquer um dos três primeiros idiomas.

A Suíça, quando se fala deste país, vem a mente sinônimo de neutralidade. Afinal, nas duas Grandes Guerras ocorridas na Europa o país se manteve neutro por todos os lados. Contudo, isso não quer dizer que este país não seja influenciado por culturas vizinhas. Pelo contrário, seu sistema governamental permite, como línguas oficiais nada menos do que quatro idiomas. Sendo que apenas um é inteiramente territorial. Logo, se você viajar para a Suíça, a depender de qual lugar for, poderá encontrar falantes do Italiano, do Alemão, do Francês e do Romanche. Esses são os quatro idiomas oficiais do país. No entanto, eles não são divididos de forma comum, criando um grupamento em cada região, os famosos cantões do país.

berna suica lingua alema
Berna é a capital da Suíça. Estando na região germanófila, a maior parte de seus serviços públicos se concentra na língua alemã. No entanto, é possível também encontrá-los nas outras duas línguas oficiais, o Italiano e o Francês.

Com preguiça de ler toda toda a matéria? Não devia mesmo, afinal, essa curiosidade é bem curta. Mas se quer realmente saber um resumo sobre os quatro idiomas falados na Suíça; a saber o Alemão, o Francês, o Italiano e o Romanche, então confira a seguir:

  • A Suíça é um país pluricultural, abarcando em sua Constituição quatro línguas como oficiais. O Alemão sem dúvida é o que detém certa primazia, fazendo parte de 65% do território suíço. A maior parte dos serviços públicos e das leis emitidas são promulgadas neste idioma primeiramente, depois sendo traduzidas para os outros idiomas oficiais. Zurique, o centro financeiro do país e Berna, a capital, se encontra na região germanófila.
  • O Francês é o segundo idioma, abarcando especialmente os Cantões que fazem fronteira com a França. Genebra, sede de alguns órgãos da ONU ficam na região francófona. Mesmo com algumas mudanças dialetais, o franco suíço pode ser entendido perfeitamente por um francês ou um belga, outros cidadãos que falam o idioma.
  • A terceira região detém o Italiano como idioma oficial, se focando em dois Cantões da Suíça, o de Ticino e do Grisões. Ambos ficam na região dos Alpes e na fronteira com a Itália. Mesmo tendo uma área reduzida, é comum que o Italiano também sejam usado nos serviços públicos, ou como segunda ou terceira língua nas outra regiões da Suíça.
  • Por fim, temos a Suíça Romanche, onde o Romanche é língua oficial. Essa região representa apenas 1% de toda a população da Suíça. Oriundo da mesma família do Francês e do Occitano, é uma língua unicamente da região da Suíça. Infelizmente, se encontra com riscos de extinção devido ao uso do Italiano e do Alemão como línguas preponderantes em sua região.

Para começo de conversa, o idioma mais falado na Suíça é o Alemão. E sua região é chamada de Suíça Alemã. Ela abarca 17 das 26 unidades da Federação. É nela que inclusive fica a cidade de Zurique, no cantão homônimo, centro financeiro importante do país e Berna, a capital. Do total, cerca de 65% do território suíço tem como língua principal o Alemão, possuindo algumas peculiaridades em relação ao Alto Alemão falado por exemplo na Alemanha. Isso se deve ao fato que a população suíça se diferenciou da germânica desde o fim da Idade Média, o que contribuiu para que algumas palavras se mantivessem de formas mais arcaicas. Contudo, um falante de Alemão da Áustria ou da própria Alemanha consegue compreender um falante suíço.

O segundo maior idioma é o Francês, criando assim a Suíça Francesa ou Romanda. A cidade de Genebra, sede de organizações supranacionais estão em território francófono. Assim como ocorre no Alemão, o Francês falado aqui é o mesmo que se fala na França e na Bélgica. Contudo, algumas mudanças dialetais são visíveis, especialmente nos números. Franceses da França usam um sistema distinto para a contagem, como por exemplo quatre-vingt para o oitenta, que traduzindo é “quatro vinte”. Na Bélgica e na Suíça, usa-se apenas huitante ou octante. Entretanto, por ser o mesmo idioma, os falantes conseguem se compreender perfeitamente.

genebra-suica-lingua-francesa
Genebra fica próxima a fronteira francesa, e claramente tem o francês como língua principal.

A penúltima região é a Italiana, que forma a Suíça Italiana. A principal cidade dessa região é Lugano, e seu domínio é especialmente na região de fronteira com a Itália. Dois Cantões tem o Italiano como língua oficial, o de Grisões e o Ticino. Da mesma forma que os anteriores, certas peculiaridades transformam o Italiano Suíço, mas que pode ser perfeitamente entendido por um Italiano da Itália. Pode parecer estranho, mas estas três línguas, embora com a preponderância do Alemão são usadas continuamente dentro do território nacional suíço. Mesmo que cada região mantenha sua língua mais utilizada, é comum que o povo suíço tenha conhecimento de ao menos duas ou as três línguas de seu país, assim como a última região, que usa o Romanche.

O Romanche é um idioma oriundo do Latim, da mesma forma que o Francês e o Italiano. Se concentra no já mencionado Cantão de Grisões, o único que tem o idioma como oficial, assim como o Italiano e o Alemão. É considerada em risco de extinção devido ao seu uso; somente 1% da população da Suíça fala ou entende o Romanche. E aqueles que entendem, devem aprender um dos outros dois idiomas de Grisões para ter acesso aos serviços públicos estatais. O Romanche vem perdendo destaque inclusive para línguas estrangeiras devido a imigração. Como é o caso do próprio Português e do Servo Croata. Esse é o único idioma que não advém de outro local. Sua aproximação por família dos idiomas galaicos, como o Francês e o Occitano.

lugano-suica-lingua-italiana
Por fim, Lugano, no Cantão de Ticino tem uma atmosfera bem diferente das outras regiões suíças. E claro que aqui, por sua proximidade com a fronteira Italiana, é falado este idioma como o principal.

E como fica as funções públicas em um país que funciona com quatro línguas oficiais? A Suíça, nesse caso, usa o princípio da territorialidade. Se um cidadão busca um serviço público em Alemão, ele o receberá em Alemão. Normalmente, as regiões germanófilas, francófonas e italianófonas, usam seus idiomas mais representativos na elaboração dos serviços públicos. No entanto, é comum que a população seja bilíngue ou ainda trilíngue. Já nos textos da Administração Federal, como leis e decretos, tais são promulgados nos três idiomas. Os parlamentares inclusive, podem usar um dos três, e até mesmo o Romanche, dentro de suas explicações no Congresso. No entanto, como mais da metade do território suíço se baseia com o idioma Alemão, é mais provável que os serviços públicos tenham como primazia este idioma.

Quer saber mais sobre a cultura se certos lugares, então lá vai alguns textos que você pode achar interessante…

Sabia que o Árabe influenciou o Português e o Espanhol? A Invasão da Península Ibéria pelos mouros foi a o que levou essa aproximação de idiomas tão distintos.

Sabia também que o Português é o único idioma que usa o termo “feira” para os dias da semana? E isso tem haver com questões religiosas.

Nós normalmente escrevemos no alfabeto latino, o mais usado no Ocidente. Mas ele não é único, veja as diferenças entre um Abjad, um Abujida e outros sistemas de escrita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.