Também chamado de Lobo Abissínio, o Lobo Etíope é o símbolo da Etiópia. Vivendo no altiplano africano, sua população entrou em perigo de extinção. Porém, graças a Projetos de Conservação, sua população vem aumentando a longo prazo.

A família canídea é de certa forma gigante. Além dos cães domésticos, ela também é representada por lobos, coiotes, chacais e o dingo australiano, um cachorro selvagem que não existe em nenhum outro lugar. Porém, na família dos Lobos, ele pode não ser o mais raro. Porém, ainda assim é um dos mais ameaçados e difíceis de encontrar em vida selvagem. Trata-se do Lobo Etíope, também chamado de Lobo Abissínio. Esse último nome deriva da região em que se localiza, a Abissínia (atual Etiópia). Na longa cadeia evolutiva dessa família, aparentemente o Lobo Etíope se separou de um ancestral comum bem mais cedo do que seus outros parentes.

Lobo Etiope 02
Lobo Etíope no Altiplano Africano, habitat do animal, que é endêmico nesta região Africana.

O Lobo Etíope se separou por volta de 1,6 milhões de anos atrás do ancestral comum da família canídea. Atualmente, vive em pequenas áreas no planalto etíope eritreu, em altitudes acima dos 3.000 metros. Sua primeira evidência atestada por humanos é antiga. Vem do Império Romano através de Gaius Julius Solinus, no Século III d.C. Quando se fala em lobos, tem se a ideia de caçada em forma de matilha. No entanto, o Lobo Etíope foge desse ideal, sendo um caçador solitário, embora consiga viver perfeitamente em grupo. Os machos normalmente são maiores do que a fêmea. Já seu pelo, vermelho vivo, o diferencia de qualquer outro animal próximo no continente.

Vários são os problemas que afetam o habitat do Lobo Etíope, mesmo que suas duas subespécies, a do Norte e a do Sul vivam em reservas de Conservação. Mas, a principal delas é a sua proximidade com os cães domésticos e as doenças que deles vêm, como a raiva. Essa doença, na década de 90 do século XX, chegou a devastar cerca de 75% do número de animais conhecidos. Normalmente, cães são usados por pastores da região para guiar rebanhos. Porém, acabam ou transmitindo doenças ou acasalando com lobos, gerando proles miscigenadas. Aliás, se na caça o sentimento de lobo é o de solidão, no momento do cuidado dos filhotes tem-se o comportamento comum de uma alcateia. Todos são responsáveis pelo cuidado dos filhotes.

Lobo Etiope Filhotes
Filhotes de Lobo Etíope se alimentando. É o momento fofura do Reino Animal.

A variedade do Norte do Lobo Etíope se encontra protegida no Parque Nacional das Montanhas Simien. Além disso, ele pode ser encontrado também próximo ao Monte Abuna. Ali, um Projeto de Conservação da Vida Animal se faz presente. No entanto, estar presente não quer dizer que seja fácil de encontrar o animal. Afinal, a característica do Lobo Etíope é sua raridade ao olhar humano. Já a variedade nortenha se encontra no Parque Nacional das Montanhas Baile. Aqui, existe o maior quantitativo aparente de animais, cerca de 250 espécies. Com a queda do número de espécies desde a década de 80, o governo etíope, com Organizações Não Governamentais, em parceria com a Sociedade de Conservação da Vida Animal instituiu um plano para sua preservação.

Foi graças a este plano que as regiões do altiplano africano tornaram-se reservas de proteção. Além disso, outras medidas vem sendo tomada, entre as quais a devida informação por parte de moradores locais para que não envenenem nem abatam os espécimes. A vacinação dos cães domésticos contra a cinomose e a raiva também ajuda. Afinal, inibe que tais doenças se abatam contra os espécimes restantes. No fim, embora o Lobo Etíope esteja ainda na Lista de Animais Ameaçados de Extinção, seu aumento populacional e a política do governo etíope parecem dar resultado a longo prazo. Não quer dizer que não esteja em perigo, mas o aumento e o cuidado da população podem ajudar em sua revitalização. Até por que o animal se tornou símbolo de seu país. Não seria interessante a Etiópia perder seu principal animal.

Gostou da curiosidade sobre o Lobo Etíope? Quer saber mais sobre o reino animal e o que ele tem a oferecer? Então se liga nesses destaques aqui:

A Mamba Negra, que também está na África é um cobra rápida. E bota rápida nisso! Além é claro de ter um veneno extremamente potente.

Ainda na África, o Hipopótamo pode parecer quieto e extremamente preguiçoso. Mas as aparências enganam. Ele é um dos animais que mais matam humanos no continente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.