A explosão de Chernobyl; o maior desastre nuclear da história

Ocorrido em 1986, um dos reatores da Usina Nuclear de Chernobyl explodiu. Pripyat, cidade mais próxima, teve de ser evacuada. Porém, seus efeitos ainda são visíveis e a região só poderá ser habitada novamente em até 20.000 anos no futuro.

Mexer com elementos radioativos tem seus custos. Hoje, é possível utilizá-la para a medicina, em aparelhos de raios-x, em tratamentos de certas doenças como o câncer. Assim como a produção de eletricidade. Não por menos, Estados que não possuam recursos renováveis em larga escala passam a buscar esta fonte de energia. Uma contraposição em relação as usinas termelétricas de carvão, óleo e petróleo. Contudo, acidentes podem acontecer, seja por falha humana ou de equipamento. Quando se fala em acidente nuclear, inegavelmente o mais famoso é o ocorrido em 1986 na antiga República Ucraniana filiada a União Soviética. A usina de Chernobyl sofreu com uma explosão de seu reator, e a cidade de Pripyat teve de ser evacuada. É comum que filmes usem desde elemento para história, especialmente de suspense e de terror, como o longa Chernobyl – Sinta a Radiação de 2012. Mas a verdade é a seguinte.

Leia mais

Crítica de Chernobyl – Sinta a Radiação (2012)

Tendo pano de fundo a cidade de Pripyat, Chernobyl – Sinta a Radiação é ruim e morno. Por mais que sua atmosfera, no início possa envolver, o roteiro consegue estragar toda a experiência em ser tão previsível.

Lugares reais podem ser uma inspiração para longas metragens e para jogos eletrônicos. Centralia, uma cidade dos Estados Unidos foi o pano para a criação da temida Sillent Hill, do game homônimo. A Floresta de Aokigahara foi cenário para o filme estadunidense chamado Floresta Maldita. No meio destes lugares especiais, Chernobyl é um nome batido e comum. Quando, em 1986, um dos reatores nucleares da Usina derreteu, espalhou radiação por toda a localidade, em especial Pripyat. A maior parte dos moradores foram evacuados, sendo que alguns sequer conseguiram levar seus pertences. Hoje, a cidade é exemplo de cidade fantasmas, sendo palco de um filme estadunidense de 2012. No Brasil, o longa se chamou Chernobyl – Sinta a Radiação, enquanto que em sua terra natal é Chernobyl Diaries. Resta saber se mesmo com um cenário de suspense, o longa atende as expectativas e se sobressai diante de outros longas do mesmo gênero.

Leia mais