Maldivas Siberianas ou o lago tóxico azul turquesa da Rússia

As aparências enganam. Nesse caso, as Maldivas Siberianas escondem suas verdadeiras intenções. Trata-se de um lago tóxico, onde restos de uma usina de queima de carvão são jogados.

Existem pessoas que preferem, ao invés de visitar Veneza e sua belíssima Basílica, destinos mais exóticos. Para este grupo, locais como a região de Chernobyl, na Ucrânia, mesmo com a intensa radiação são agradáveis para visitação. Um dos lugares em que a aparência esconde um perigo sem precedentes é chamado carinhosamente de Maldivas Siberianas. Próximo da cidade de Novosibirsk, a terceira maior da Rússia, um lago é destino de fotos encantadoras. Suas águas azul clara são um convite para qualquer visitante. Exceto pelo fato de que aquela água não é nenhum pouco natural. Altamente tóxica, ela é nociva a saúde humana por menor contato que seja, e sua criação também não tem relação com a mãe natureza. Foi o homem e a industrialização que produziram esse efeito.

maldivas-siberianas
Leia mais

A Basílica de São Marcos: retrato notável da arte bizantina na Itália

Relembrando o estilo do Império Romano do Oriente, a Basílica de São Marcos é um marco de Veneza. Com seus mosaicos e o tesouro guardado em seu museu, é uma coleção como poucas na Itália. Uma amostra atemporal da junção do Oriente e do Ocidente nos caminhos da fé.

Continuando nossa viagem pela belíssima Veneza, você viu anteriormente um pouco da histórias dos Cavalos de São Marcos. Anteriormente chamados de Cavalos de Bronze de Constantino, os quatro animais estavam em Constantinopla. Até que foram saqueados por Enrico Dandolo, doge de Veneza e mandados para a cidade. Seu lugar de repouso não poderia ser mais imponente, a Basílica de São Marcos. Construída em estilo Bizantino, é sem dúvida o principal ponto turístico da cidade. Como pode ser visto pelo seu nome, a Basílica foi consagrada a São Marcos, um dos apóstolos de Jesus Cristo. E também um dos escritores dos Evangelhos. Contudo, Veneza anteriormente não era consagrada a São Marcos, e sim a São Teodoro. Coube, segundo a tradição, a dois mercadores venezianos tirarem de Alexandria, no Egito, certas relíquias atreladas ao apóstolo e levá-las a cidade.

basilica-sao-marcos
Leia mais

Conheça os Cavalos de São Marcos e a história por trás desta relíquia

Antigas estátuas de Constantinopla, os Cavalos de Bronze de São Marcos são únicos. Viajantes do tempo, hoje podem ser encontrados no Museu da Basílica. Enquanto réplicas podem ser vistas da Praça de São Marcos e em Paris, na França.

A Itália é um marco fora do comum quando o assunto é história. Berço do Império Romano, da Igreja Católica, o país guarda em construções praticamente milênios de sabedoria. Visitar Roma, Florença ou Veneza é como ser transportado para uma outra realidade. Caótica por diversas vezes, mas onde o novo re reúne com o antigo. E, falando especialmente desta última cidade, Veneza é uma especificidade. Ao invés de carros, o principal meio de locomoção é por meio de caminhada, ou então através das gôndolas de seus canais. Construído em uma baía cercada pelo Mar Adriático, Veneza já teve sua importância na história. Uma República onde o momento histórico concebia reinos, impérios e ducados, os Doges comandavam a cidade e seus entrepostos comerciais. Numa dessas navegações, Veneza conquistou, como espólio uma relíquia, os Cavalos de São Marcos.

cavalos-sao-marcos
Leia mais

A explosão de Chernobyl; o maior desastre nuclear da história

Ocorrido em 1986, um dos reatores da Usina Nuclear de Chernobyl explodiu. Pripyat, cidade mais próxima, teve de ser evacuada. Porém, seus efeitos ainda são visíveis e a região só poderá ser habitada novamente em até 20.000 anos no futuro.

Mexer com elementos radioativos tem seus custos. Hoje, é possível utilizá-la para a medicina, em aparelhos de raios-x, em tratamentos de certas doenças como o câncer. Assim como a produção de eletricidade. Não por menos, Estados que não possuam recursos renováveis em larga escala passam a buscar esta fonte de energia. Uma contraposição em relação as usinas termelétricas de carvão, óleo e petróleo. Contudo, acidentes podem acontecer, seja por falha humana ou de equipamento. Quando se fala em acidente nuclear, inegavelmente o mais famoso é o ocorrido em 1986 na antiga República Ucraniana filiada a União Soviética. A usina de Chernobyl sofreu com uma explosão de seu reator, e a cidade de Pripyat teve de ser evacuada. É comum que filmes usem desde elemento para história, especialmente de suspense e de terror, como o longa Chernobyl – Sinta a Radiação de 2012. Mas a verdade é a seguinte.

Leia mais

E mais uma vez, Jair Bolsonaro segue contrariando as medidas contra o Coronavírus

Aumentando a radicalização de seu discurso, Jair Bolsonaro vai na direção contrária do mundo. Adota a tática do isolamento vertical – que nenhum Estado vem adotando. Assim, faz um verdadeiro desserviço a uma população que busca conforto nas palavras de um Chefe de Estado.

Anteriormente, já tinha me utilizado desde espaço na Internet para comentar sobre as peculiaridades do Presidente da República. Em especial suas atitudes sobre a contenção do Coronavírus, nova pandemia segundo a Organização Mundial de Saúde. Pois bem, mais pérolas foram divulgadas por Jair Bolsonaro em pronunciamento em cadeia nacional. Basicamente, o que o Presidente defende chama-se isolamento vertical. Ou seja, aqueles do grupo de risco devem ficar em casa, enquanto o restante da população economicamente ativa deve voltar ao trabalho. Indaga-se que a queda da economia com o aumento do desemprego no período pós-pandêmico pode ser ainda pior do que o patógeno que hoje mantém mais de um sétimo da população mundial em casa. Essa argumentação vai na contramão de praticamente todas as nações que se empenham em buscar uma respostas em conter a epidemia em suas fronteiras. A começar pelo Reino Unido.

Leia mais

O que Crusader Kings II pode nos dizer sobre a Pandemia de Coronavírus

Dificilmente, o mundo real pode ser colocado em um jogo de simulação. Contudo, Crusader Kings II, título da Paradox, pode nos ensinar algumas coisas sobre pandemias, como a do Coronavírus.

Não é de hoje que aqui no Guariento Portal fazemos analogias entre o mundo real e os games. Civilization, por exemplo, uma das principais franquias de estratégia ainda em funcionamento é o maior exemplo. Foi usada para o conflito do choque do petróleo entre Arábia Saudita e Rússia. Também foi usado na quase conflito entre Irã e Estados Unidos. Desta vez, esqueceremos Civilization e iniciaremos a nossa discussão com um título chamado Crusader Kings, especialmente sua segunda versão. Disponível para PC através da Steam com uma infinidade de expansões, o jogo coloca o jogador na pele de um membro de alguma família nobre durante a Idade Média. Com todos os conflitos entre igreja, bruxas, palácios e é claro, doenças. Obviamente, esta analogia também remonta o momento histórico da Peste Negra para a atualidade do Coronavírus.

Leia mais

A irresponsabilidade de um Chefe de Estado

No meio da pandemia de Coronavírus, Jair Bolsonaro parece viver em outra realidade. Uma realidade irresponsável para um Chefe de Estado.

Para quem acompanha o Guariento Portal, sabe que normalmente falamos de curiosidades em geral. Vez ou outra, é possível encontrar análises de séries, filmes e jogos, dicas de software e algumas verdades sobre o reino animal. Contudo, visto o desencadear de certas situações, não é possível ficar quieto acerca de acontecimentos que diretamente impactam não só a vida de uma pessoa. Mas também da sociedade. Todos já devem ter conhecimento da pandemia que cerca o mundo através da cepa do Coronavírus. Originário de Wuhan, na China, o patógeno já se espalhou para o mundo. A Europa por exemplo, vive o contraditório de fechar suas fronteiras em uma região de União Européia. Governos vem fazendo indicações técnicas para que a população não se aglomere. No Brasil, a exemplo do Presidente da República, Jair Bolsonaro, vivemos em uma outra realidade. De irresponsabilidade.

Leia mais